terça-feira, 9 de novembro de 2010

A pequena rua.

Ralf Mamzkei
Existem muitos lugares no bairro do Brooklin que podemos observar algo simples e que trazem para nós pensamentos bons, algo que podemos perceber uma serenidade no que apreciamos. Apreciar algo e extrair o melhor no que se vê é focar a sua consciência e emoção para alguma coisa que chamou a sua atenção.
Existem pensamentos bons, realmente existem pensamentos que são motivados com coisas simples, podemos transformar a nossa realidade se esses mesmos pensamentos forem alimentados e motivados todos os dias. Não importa o que você faça e sinta deverá sempre alimentar o melhor de você para você mesmo o tempo inteiro se quiser senti-se feliz.
A criatividade é a grande ferramenta para transformar uma realidade! Ela está conectada ao amor. Crie mais e verá mais pessoas felizes! Não importa que tipo de coisa você construa com a sua criatividade, deverá ser único em sua criação. O seu melhor se encontra naquilo que cria, naquilo de bom que coloca pra fora!
Pensamentos bons fazem com que a nossa criatividade flua melhor e assim construímos algo ou alguma coisa para melhorar ainda mais a realidade em que vivemos.
A pequena rua.
Observar as ruas do Brooklin ou em qualquer zona urbana e extrair o melhor que vemos ativa a nossa criatividade para produzirmos coisas que possam harmonizar o nosso dia a dia. O estimulo na busca do melhor é que nos motiva em fazer coisas boas mesmo na rotina que levamos, mesmo nas ações mais banais que estamos acostumados a lidar. Quando estamos motivados podemos criar, nossos pensamentos fluem melhor, o dia será mais bonito e assim a realidade vai moldando para um fim justificado, uma realidade mais tranqüila, serena e feliz!
Há uma pequena Rua no Brooklin que toda vez que passo por ela sinto tudo isso que descrevi neste texto. Essa pequena rua se passa muita das vezes despercebida pelas pessoas no furor do transito que Sampa provoca em nosso bairro. Rua tranqüila que dá gentilmente o seu espaço para os carros estacionarem nas grandes sombras de todas as árvores que se encontram por lá. E é irresistivelmente acolhedora nos dias de sol nos finais de semana de quem passa por lá a pé caminhando sem rumo. Rua Carolina do Sul é o seu nome um grande nome para uma pequena rua.